Ex-mulher do goleiro Jean, Milena Bemfica anunciou nesta segunda-feira (17) que se filiou ao PSD Bahia e é pré-candidata a vereadora de Salvador. “É um importante passo na luta à violência contra a mulher”, disse Milena em post no Instagram. Revelado pelo Bahia, Jean chegou a ser preso nos EUA por agredir Milena durante uma viagem em família. Dispensado pelo São Paulo, clube em que estava na época, agora ele joga pelo Atlético-GO.

Na publicação feita no Instagram, Milena conta que nunca “se enxergou na política”, mas depois de sofrer o episódio de violência se sente pronta para “representar e buscar meios para acolher as mulheres”.

Na imagem postada, Milena aparece ao lado do deputado federal Antônio Brito (PSD-BA). 

Agressão
Mulher do goleiro Jean, Milena Bemfica relembrou as agressões que sofreu do atleta durante uma viagem para a Disney, em Orlando, nos EUA. “Já veio me enforcando”, contou. O goleiro do São Paulo chegou a ser preso, mas foi liberado e já retornou para o Brasil. Ele não pode se aproximar de Milena.

Milena falou ao Fantástico de Salvador, terra natal e onde conheceu Jean, revelado pelo Bahia. “Uma pessoa que eu nunca achei que poderia se transformar da forma que ele se transformou”, afirmou.

Ela contou que a relação dos dois, que dura seis anos, começou a ir mal depois de descobrir uma traição. “Ele sempre mostrou ser um menino muito tranquilo”, diz. Tudo mudou há um mês, quando ele teria começado o caso. “Ele já me tratava mal, ja não dava muita atenção, muita assistência pra gente. Alegava para mim que estava confuso”, conta.