É fato que o compromisso da grande mídia tem sido desgastar o trabalho do Governo Federal, mais ainda, o presidente Jair Bolsonaro através de narrativas, distorções de fatos, fake-news (do bem) e até pseudo-pesquisas justificando uma possível rejeição popular, mas as ruas têm mostrado ao contrário.

Após os atos de 7 de setembro, que mobilizaram milhões de pessoas por todo o Brasil, a popularidade do presidente Jair Bolsonaro entre o público conservador saltou em um nível nunca antes visto. Por onde o Chefe do Executivo passa, arrasta multidões, uma realidade que seu maior opositor está longe de experimentar.

Ontem (5), em uma reunião em Brasília com cerca de 700 líderes evangélicos, autoridades, deputados e vereadores, de todos os estados brasileiros, Bolsonaro, mais uma vez, confirmou sua popularidade no meio cristão conservador, após ser recebido com muito alvoroço pelos líderes. Bolsonaro aproveitou para reafirmar o compromisso com as pautas cristãs e demonstrou alinhamento com seus principais Ministros.

Foto: Gazeta Cristã
Reprodução: Willian Meira – Bispo Robson Rodovalho / Presidente da CONCEPAB

A verdade é que, quanto mais batem em Bolsonaro, mais ele cresce, mais se confirma um favoritismo político e fica claro que o Brasil, mesmo em uma obscuridade ideológica alimentada por uma militância institucionalizada e enraizada em todos os poderes, o povo ainda continua sendo conservador.

Reprodução: Assessoria Michele Bolsonaro – Jair Messias Bolsonaro