O empresário foi indicado por Eduardo Bolsonaro por salvar a família de um fã criminoso

Nesta quarta-feira (20/11/2019), o cunhado de Ana Hickmann, Gustavo Corrêa, será homenageado na Câmara dos Deputados, em Brasília. Em 2016, o empresário reagiu e matou um fã que entrou armado em um hotel e ameaçou Ana e a sua ex-esposa, Giovanna. Por isso, o deputado federal e filho do presidente da República Eduardo Bolsonaro indicou Gustavo para ser agraciado com uma medalha de mérito legislativo.

No Instagram, Eduardo publicou uma foto de Gustavo ao lado de Ana Hickmann e escreveu: “Com o pacote anticrime de Bolsonaro e Moro, o absurdo chamado ‘excesso de legítima defesa’ será extinto, fazendo com que vítimas de crimes possam se defender sem serem perseguidos pela justiça. O caso de Gustavo é exemplo claro da injustiça que o excesso de legítima defesa leva àqueles que reagem a crimes, fato rotineiro na vida policial”. O empresário agradeceu ao político: “Obrigado por tudo, conte sempre conosco”.

De acordo com a Segunda Secretaria da Câmara, a indicação não necessita de justificativas e pode ser direcionada a qualquer pessoa: cientista, ator, cantor, professor, etc. É preciso apenas que cada líder de um partido entenda que algum cidadão prestou serviços de relevância ao Poder Legislativo ou ao Brasil. Além de Gustavo Corrêa, outros 40 nomes foram indicados. Ente eles: Felipe Neto, Luisa Mell e Maurício de Sousa, segundo informou o jornal Extra.

O empresário, no dia 10 de setembro deste ano, comemorou a sua absolvição pela Justiça do Estado de Minas Gerais. Pelo Instagram, Ana Hickmann também celebrou a decisão dos desembargadores do caso. Gustavo já tinha sido absolvido em primeira instância.