Neste 7 de setembro, Brasília recebeu cerca de 800 mil manifestantes na Esplanada dos Ministérios. Na ocasião, o presidente Jair Bolsonaro direcionou críticas aos integrantes do Supremo Tribunal Federal (STF). O chefe do executivo disse que não aceitará medidas inconstitucionais, e que tomará providências dentro das quatro linhas da constituição.

Imagens: Perfil do Instagram @jairmessiasbolsonaro

Mediante gritos de apoio dos milhares de manifestantes, o presidente Bolsonaro criticou duramente as atrocidades que a Suprema Corte têm realizado.

Não podemos mais aceitar prisões políticas no Brasil. Ou o chefe desse Poder enquadra o seu [ministro] ou esse Poder pode sofrer aquilo que nós não queremos”, afirmou o chefe do Executivo, em um duro recado ao presidente da Suprema Corte, Luiz Fux, sobre as recentes decisões de seu colega Alexandre de Moraes.

Bolsonaro ainda deixou um recado:

Porque nós valorizamos e reconhecemos e sabemos o valor de cada Poder da República […] Nós todos aqui na Praça dos Três Poderes juramos respeitar a nossa Constituição. Quem age fora dela se enquadra ou pede para sair”, ressaltou o Presidente, que discursou em cima de um caminhão na Esplanada dos Ministérios.

Milhares de pessoas já se concentravam ontem (6), na Esplanada e festejaram durante toda a madrugada. Centenas de caminhoneiros de todo o Brasil se reuniram ao longo da via, em frente aos Ministérios.