Esta animação maravilhosa de uma projeção em 3D no computador mostra a possível colisão das duas gigantes galáxias, a nossa Via-Láctea e sua vizinha mais próxima, Andrômeda. Em 4,5 bilhões de anos.

Está comprovado que essas duas vizinhas se abraçaram formando uma nova galáxia, não mais em forma espiral, mas sim em uma nova forma elíptica. O que sabemos disso tudo e que todo o nosso mundo é o nosso sistema. Tudo o que conhecemos em questão de dentro d’água dessa realidade matéria espaço-tempo é provisório, ou seja, tem prazo de validade para acabar.

Coincide esta visão científica com o relato bíblico do Apocalipse? Provavelmente sim. É provavel que sejam duas formas de falar do mesmo acontecimento. Claro que em 4,5 bilhões de anos, nós no futuro não se espera haver vida. Condições para a vida biológica em nosso planeta há muito deverá ter sido exterminado?

Não sabemos do ponto de vista científico, todos os detalhes como tudo isso se dará. Mas sabemos do ponto de vista bíblico, que a vida humana e a vida biológica é bastante transitória. A vida espiritual, anjos e seres espirituais parece não estar confinada ao nosso mundo material. Por isso, a expectativa de que seres espirituais estarão ainda com consciência e energia suficiente para definir o que chamamos vida.

Psiquê ou Zoé, entre parênteses da frente de Zweig, põe a vida. Espiritual. Ponto. É incrível imaginarmos que a perspectiva bíblica de um tempo, que remete ao final de tudo o que conhecemos do planeta, dá nas formas de vida que nele reside.

Dos homens aos vegetais, tudo isso um dia perecerá. Hoje, pode ser comprovada também por uma visão científica. Sem nenhum cunho bíblico ou espiritualizado. O ponto? Meu objetivo em trazer esse comentário sobre esta bela animação. É apenas mostrar que, de uma forma ou de outra, precisamos refletir.

Além da caixa transparente, matéria, espaço-tempo, temos que refletindo uma vida que não se confina apenas a esta dimensão material que extrapola, indo para a perspectiva eterna. Escapando desse sistema a ponto. Amigo. Espero que você possa ser junto comigo, um pensador em busca de respostas.

E de perspectivas de uma vida que vai além da vida material. Uma vida entre aspas eterno. Um abraço. Até mais.

Veja a animação representando a junção das galáxias:

Colunista: Robson Rodovalho